7 profissões mais bem pagas no Brasil a partir de 2021

tutoria@unieducar...
Publicado em: qui, 29/10/2020 - 07:59

Já se tornou até lugar comum ouvirmos frases que apontam: “os jovens vão trabalhar daqui a 10 anos em profissões que ainda não existem”. Bom, se esse é realmente o cenário, como podemos tomar decisões que orientem nossa atuação profissional no futuro? Será que estamos navegando numa embarcação sem leme?

Que as mudanças sempre aconteceram, isso a história deixa evidente. O que ocorre é que agora as mudanças aceleraram de modo exponencial, forçando essa e as futuras gerações incorporarem – cada vez mais cedo – um pacote de inovações tecnológicas que somente eram absorvidas pelas gerações que as sucediam.

Ok. Este é o cenário. Então, o que fazer? Quais são as “pistas” sobre as atividades profissionais que serão (ou continuarão) sendo valorizadas num futuro próximo? O que fazer para melhorar ou atualizar nosso currículo para que possamos nos apresentar como profissionais relevantes para pessoas e instituições? E se a decisão é empreender, quais são as áreas mais promissoras? Essas são algumas das dicas que passamos a destrinçar a partir de agora.

Área de Tecnologia da Informação e Comunicação – T.I.C.: Há décadas o mundo registra déficit de profissionais nesse mercado. Se sobram vagas para profissionais de tecnologia com habilidades digitais, uma ótima decisão a ser tomada agora é a migração ou especialização nesse nicho profissional. Com o aumento exponencial de incorporação de digitalização em todas as atividades, experts em TIC serão sempre e cada vez mais demandados.  

Área da Saúde e cuidados gerais com pessoas: O Brasil entra, a partir da década de 2020, num processo de envelhecimento da população. Se é verdade que as pessoas estão cada dia mais longevas e preocupadas com a saúde, isso vale também para explicar o crescimento de praticamente todos os mercados ligados à área da Saúde. Desde a especialização dos cuidados com bebês, jovens e idosos, aqueles profissionais que se dedicarem a empreender nos diversos nichos a explorar, certamente colherão ótimos resultados com a empreitada.

Agronegócio: Nosso país é o maior produtor mundial de alimentos. Há décadas que as atividades ligadas ao Agronegócio despontam em nossa balança comercial gerando superávits de exportações para países de todo o planeta. China e Estados Unidos são os maiores compradores de produtos gerados pela atividade agroindustrial. Embora você pense que nessa área só há espaço para quem se formou em agronomia ou área correlata, se você é um Advogado, por exemplo, poderá fazer um curso de Atualização Jurídica em Direito Agrário e atuar como consultor de empresas e cooperativas que exploram a atividade. 

Meio Ambiente e SustentabilidadeSe somos os maiores players no Agribusiness, é óbvio que chamamos atenção para as nossas ações relacionadas ao Meio Ambiente e à Sustentabilidade. Não é à toa que o mundo inteiro pressiona o Brasil quando o assunto gira em torno de questões relacionadas à preservação de nossas florestas. Mas é certo também que o país é campeão em produtividade, o que permite que a produção agroindustrial cresça sem que a área plantada ocupe mais terras na mesma proporção. Dá para entender por que as atividades ligadas a esses mercados são promissoras, certo? A dica extra aqui é: você deve estar disposto a residir nas cidades que são campeãs em produção no setor.

Mercado de Créditos de Carbono: Agronegócio, Meio Ambiente e Sustentabilidade são os links para esse mercado de atuação profissional ligado ao gigantesco mercado de Créditos de Carbono e Projetos de Mecanismo de Desenvolvimento Limpo MDL. Para atuar como consultor nesse nicho profissional, você deve estudar as regras e as normas de certificações que permitem a emissão e comercialização desses comprovantes de redução de emissão de gases efeito estufa, conforme a legislação brasileira e global. Para as indústrias e até regiões que não conseguem reduzir emissões, a saída é a compra de certificados de créditos de carbono, que são uma das maneiras aceitas para se adequarem às normas internacionais ambientais. Trata-se, portanto, de um mercado em pleno desenvolvimento para os próximos cinquenta anos.

Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo: Essas três grandes áreas de atuação profissional estão em plena expansão e as razões são inúmeras. Desde as exigências de novas conformidades para os novos núcleos urbanos e rurais para a Arquitetura e Urbanismo até mesmo os desafios que a sociedade impõe aos novos projetos de Engenharia Civil, em termos de uso de materiais e de impactos ambientais, é certo que os novos ingressantes e até mesmo os profissionais que já atuam nessas áreas, serão beneficiados os que se apropriarem das mais recentes tecnologias para aplicações nesse mercado.

Direito: Essa área de atuação é clássica e não há previsão de colapso profissional. Por mais que muitos apontem para uma suposta saturação devido ao grande número de bacharéis que se graduam anualmente, é certo que poucos são aqueles que realmente se dedicam ao estudo profundo de uma determinada área de atuação jurídica.
Novas áreas de desenvolvimento profissional interdisciplinar, até mesmo com a Tecnologia da Informação e Comunicação, como a Lei Geral de Proteção de Dados, dão sempre e cada vez mais fôlego aos juristas que permanecem em pleno estágio de desenvolvimento e aperfeiçoamento profissional.
A Atualização Jurídica, contudo, é mandatória, tendo em vista que as normas jurídicas evoluem a partir da evolução da tecnologia, dos costumes e das práticas profissionais e vida social.

Quer mais exemplos? Ora, poderíamos citar diversas outras áreas de atuação interdisciplinar do Advogado em áreas como:
Biodireito, especialmente agora com as questões de manipulação genética de DNA, por exemplo;
Direito Digital, alavancada com a expansão das novas tecnologias e da LGPD;
Direito Ambiental, que evolui com a intensificação de exigências de Sustentabilidade;
Direito Minerário, que é demandado por desastres ambientais, como os de Mariana e Brumadinho;

Gostou desse post? Quer sugerir novos temas para cursos, seminários e palestras online? Quer escrever e publicar seus artigos de opinião em nosso Blog Unieucar? Entre em contato conosco que estamos prontos para receber suas contribuições.

Time de Tutoria e Gestão de Conteúdo Unieducar

Nota do editor: os textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais iconográficos publicados no espaço “opinião” não refletem necessariamente nosso pensamento, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.