Networking X Empregabilidade

juracy.soares@uni...
Publicado em: ter, 30/06/2020 - 08:38

Como conseguir ocupar os melhores postos de trabalho? Como fazer jus às indicações para as vagas mais cobiçadas? Como trabalhar nas empresas que remuneram melhor?

Essas são algumas das perguntas-chave que muitos profissionais procuram responder todos os dias. O certo é que muitas dessas corridas são vencidas antes mesmo iniciarem.

Explico...

Nem todas as vagas em aberto são divulgadas além do ambiente da própria organização. Na verdade, só a minoria das vagas vem a público. Ocorre que sempre que uma empresa tem uma demanda por um profissional, geralmente consegue indicações por parte de colaboradores da própria corporação.

Dentre as diversas características para os perfis de profissionais demandados, está a busca por aqueles que têm inteligência emocional e intuitiva. E obviamente aqueles profissionais que mais agregam qualidades como a ética, etiqueta e marketing profissional, saem na frente.

Se a tarefa de recrutamento e seleção de pessoas se constitui em algo demorado, dispendioso e – não rara – decepcionante, a busca por profissionais que já contam com um endosso de colegas que já trabalham na organização, pode ser um atalho que economize tempo, recursos e o principal: escolha profissionais mais próximos ao perfil que se busca.

A partir do momento em que uma organização conquista um ótimo clima organizacional, todos se esforçam ao máximo para que esse equilíbrio sejam mantido.

E é por isso que uma série de empresas incentiva a indicação – para o preenchimento de novas vagas – de seus próprios colaboradores. Lembra daquela brincadeira que associa a sigla “Q.I.”, que significa quociente de inteligência com uma outra frase, do tipo: “Quem Indica”? Pois é isso mesmo! O quem indica ganha força nas empresas e preenche muitas vagas com indicações de colegas e familiares, antes mesmo de serem divulgadas ao público externo.

Essa é uma das facetas do Networking e pode fazer muita diferença entre você ser contratado ou permanecer na fila de candidatos à próxima vaga. Ou seja, sua rede de contatos é – também - uma ferramenta de empregabilidade.

O que você pode fazer para fortalecer o seu Networking? Na verdade, são muitos atributos que podem ou devem compor sua personalidade para que sua rede atue em seu favor. Mas você pode começar a avaliar como está o seu Marketing Pessoal e Profissional; qual é o seu conceito sobre Ética no Trabalho; e o seu Comportamento no Local de Trabalho, só para começar.

O que você acha de ter umas aulas gratuitas sobre ética, etiqueta profissional e marketing pessoal? Inscreva-se gratuitamente em no curso online Ética e Etiqueta Profissional e Marketing Pessoal Gratuito e mude sua vida para melhor!

Espero ouvir seu feedback sobre essas reflexões. Ou até mesmo um artigo seu, publicado aqui no Blog Unieducar sobre esses temas. Se quiser me enviar algo escrito, é só mandar para o meu e-mail.

Suce$$0!

Prof. Juracy Soares

juracy.soares@unieducar.org.br

Nota do editor: os textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais iconográficos publicados no espaço “opinião” não refletem necessariamente nosso pensamento, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.